Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
Filter by Categories
Sem categoria

Notícias

capa_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID

Dia histórico: começa a vacinação contra a COVID-19 em Esteio

Eram 16 horas e 52 minutos da tarde desta terça-feira (19) quando a enfermeira Vanessa Ebbling Camargo, 42 anos, recebeu a primeira dose da vacina contra a COVID-19 aplicada em Esteio. Servidora da Fundação de Saúde Pública São Camilo de Esteio (Hospital São Camilo) há quase três anos e atuando na linha de frente no atendimento aos infectados pelo novo coronavírus, ela é do grupo prioritário da primeira fase de vacinação. “Eu queria agradecer a união de forças que fizeram esse momento se tornasse realidade”, afirmou pouco antes de receber, representando todos os servidores da instituição, a dose administrada pela colega Carla Neves, 38 anos.

A imunização de Vanessa, que foi seguida pela de outros servidores do São Camilo, foi realizada na casa de saúde esteiense. O prefeito Leonardo Pascoal, a secretária municipal de Saúde, Ana Boll, e o diretor da Fundação São Camilo, Adriano Coutinho, acompanharam as primeiras aplicações. “Esse é um momento aguardado por todos nós há muitos e muitos meses. É um momento histórico, é o começo de um ciclo de esperança que vem para reanimar todos nós depois de um 2020 tão difícil”, afirmou o prefeito. Pascoal agradeceu o trabalho da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e do Hospital no enfrentamento à pandemia, e de forma especial aos profissionais da saúde que atuam no Município e “que lutam diariamente para dar o melhor atendimento possível à população”.

O prefeito lembrou que as primeiras doses do imunizante haviam chegado à cidade poucos minutos antes e que o objetivo era iniciar a vacinação dor primeiros servidores do São Camilo e de todas os residentes em instituições de longa permanência de idosos (ILPIs), popularmente chamadas de asilos. “Recebemos 649 doses neste primeiro momento. Esperamos que milhares de outras venham daqui pra frente. Esse é só o começo de uma longa caminhada e cabe a todos nós conscientizarmos a população que é só o início do processo”, destacou Pascoal.

Em sua fala, Ana Boll também disse que era um dia importante para Esteio. “Nós estamos muito felizes de dar esse primeiro passo com os trabalhadores de saúde, que tão bravamente têm feito seu trabalho de combate, de prevenção, de orientação e, sobretudo, de assistência a quem precisa de cuidados com a COVID”, disse. “Estamos esperançosos e, à medida que as doses forem chegando, vamos vacinar todos vocês (funcionários da saúde) e toda a população”, afirmou.

Primeiras doses

Esteio recebeu nesta terça-feira 649 doses da Coronavac, vacina produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo. Na primeira fase de vacinação, o imunizante será aplicado em todos os idosos residentes em ILPIs e nos funcionários do Hospital São Camilo das áreas que atendem a pacientes com a COVID-19. Nesta etapa, também serão vacinados os funcionários da Emergência do Hospital e profissionais com mais de 60 anos que atuam nas áreas assistenciais do São Camilo e da rede básica de saúde de Esteio

Após a aplicação do primeiro lote de vacinas, a Coordenadoria Regional da Saúde, com sede na Capital, vai encaminhar para Esteio a mesma quantidade de imunizantes para a realização da segunda dose, que deve ser feita 21 dias depois da primeira. À medida que mais vacinas forem chegando, enviadas pelo Ministério da Saúde, mais pessoas de grupos prioritários serão chamadas para a vacinação, observando as prioridades definidas pelo Governo Federal (veja abaixo).

Orgulho de ser vacinada e de vacinar

Após a vacinação, a enfermeira Vanessa disse que estava muito emocionada em ser a primeira esteiense vacinada contra a COVID-19. “Este episódio é histórico e é um orgulho poder fazer parte dele. Só temos palavras de agradecimentos pelo trabalho de todos aqueles que permitiram chegar à tão sonhada imunização, profissionais de saúde, cientistas e demais envolvidos que se esforçaram pela esperança de um futuro melhor”, comemorou a enfermeira, que estava acompanhada pelos filhos Davi, 10 anos, Mariah e Pietra, ambos de cinco.

Responsável pela aplicação da primeira dose da vacina, Carla afirmou que, assim como para a população em geral, o início da vacinação era muito esperado entre seus colegas de trabalho. “É um dos momentos mais importantes da minha carreira na enfermagem. Há muito sofrimento e cansaço entre os profissionais e o que mais desejávamos era poder proporcionar logo essa vacina para os colegas que trabalharam muito ao longo da pandemia”, salientou.

Presente de aniversário

Eva Otília da Silva Machado vai fazer 100 anos no próximo sábado (23). No final da tarde desta terça-feira, quatro dias antes de completar um século de vida, ela recebeu um presente muito especial. Dona Eva, que desde novembro de 2017 vive no Lar Betel, foi vacinada contra a COVID-19. Foi a primeira moradora de uma ILPI de Esteio a receber o imunizante.

Antes da vacinação, os colegas de asilo de Eva cantaram parabéns a você, tendo ao lado o prefeito Leonardo Pascoal e a secretária Ana Boll, que foram acompanhar o início da vacinação nos asilos.

Outra novidade que deixou a centenária senhora feliz foi saber que, em setembro, ela será tetravó. A bisneta Andréa e o marido Gabriel estão aguardando o primeiro filho, que deve chegar em setembro.

Quem aplicou a vacina na Dona Eva foi a técnica de Enfermagem Bruna Daniele da Silva Alves, 39 anos. Acostumada a aplicar injeções nos moradores do Lar Betel há quatro anos, ela ficou um pouco nervosa com a “responsabilidade” de dar a primeira vacina em um idoso esteiense. “É uma sensação diferente. É uma esperança a mais para eles, algo que há muito tempo esperávamos. Fiquei muito feliz em representar nossa classe”, disse, bem mais calma, após a vacina ser administrada.

Vacinação será por grupos

Neste momento, as pessoas não devem procurar as unidades de saúde para vacinação, pois o imunizante será aplicado apenas em idosos nos asilos e em profissionais da saúde em seus locais de trabalho. À medida que mais vacinas sejam produzidas e cheguem ao Município, mais pessoas serão chamadas para serem imunizadas e um calendário de vacinação, que seguirá as diretrizes do Ministério da Saúde, será divulgado.

Grupos prioritários*

Grupo 1

Trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente no enfrentamento ao coronavírus, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas); idosos a partir dos 75 anos; populações indígenas e quilombolas

Grupo 2

Pessoas de 60 a 74 anos

Grupo 3

Pessoas com as seguintes comorbidades: diabetes mellitus, hipertensão arterial grave, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer e obesidade grave

Grupo 4

Professores (nível básico ao superior); servidores das forças de Segurança e salvamento; funcionários do Sistema Prisional

* De acordo com Ministério da Saúde. Poderá sofrer ajustes

20210119_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID_002 20210119_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID_003 20210119_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID_004 20210119_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID_006 20210119_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID_007 20210119_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID_008 20210119_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID_009 20210119_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID_010 20210119_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID_011 20210119_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID_012 20210119_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID_013 20210119_AdrianoRosadaRocha_InicioVacinacaoContraCOVID_014                                                                                                                                                   20210119_DjalmaCorreaPacheco_InicioVacinacaoContraCOVID_001 20210119_DjalmaCorreaPacheco_InicioVacinacaoContraCOVID_002                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                              Fotos: Adriano Rosa da Rocha e Djalma Corrêa Pacheco